sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Retrospectiva da Maturidade





Prezados Leitores,

O século XXI completa 18 anos em 2018. Nesta época de maturidade do terceiro milênio, vale a pena, fazer uma retrospectiva dos acontecimentos que ficaram para a história:

1. Acontecimento Trágico: O dia 11 de setembro de 2001 jamais sairá de nossas memórias. O atentado ao World Trade Center em Nova Iorque (nos EUA) até hoje é um trauma a todo o mundo.

2. Acontecimento Especial: Pela primeira vez um latino americano assumiria a sucessão de São Pedro. O cardeal argentino Jorge Bergoglio se tornou o Papa Francisco em 13/03/2013, dando lugar ao alemão Joseph Ratizinger (Bento XVI) que renunciou ao pontificado. A primeira grande viagem internacional do Papa foi ao Rio de Janeiro por ocorrência da Jornada Mundial da Juventude, em 2013.

3. Acontecimentos Esportivos: Em 30/06/2002, a seleção brasileira de futebol conquistou o Pentacampeonato Mundial, no Japão, sobre a Alemanha. Em 2014, a Copa do Mundo viria ao Brasil, e a seleção canarinho ficou em quarto lugar após perder nas semifinais para a Alemanha por 7 x 1. Ironicamente, o mesmo técnico do penta, Luiz Felipe Scolari (Felipão) seria o comandante do fatídico jogo. Em 2016, o Rio de Janeiro sediou os Jogos Olímpicos (os primeiros na América Latina). O Brasil conquistou o ouro no futebol e no vôlei masculino.

4. Casamento da Maturidade: A realeza inglesa voltaria a brilhar com o casamento do Príncipe William (filho mais velho do Príncipe Charles com Diana) com a plebeia Kate Middleton em 29/04/2011. A expectativa é que ainda neste século ele venha a se tonar o monarca da realeza britânica.

5. Deixaram saudades: Ronald Reagan, ex-presidente dos EUA (1981-1989) e ator faleceu em 05/06/2004. O Papa João Paulo II faleceu em 02/04/2005, tendo um dos pontificados mais longos (26 anos) da história. O ator Patrick Swayze famoso por “Ghost” (1990) e “Dirty Dancing” (1987) subiria para o andar de cima em 14/09/2009. Leslie Nielsen de “Corra que a Polícia Vem Aí” (1988-1994) nos deixou em 28/11/2010. Paul Walker famoso pela série Velozes e Furiosos faleceu em um trágico acidente de carro em 30/11/2013; Leonard Nimoy deixou milhares de trekkies com saudades ao falecer em 27/02/2015; A atriz americana Carrie Fisher faleceu em 27/12/2016, após o lançamento da continuação do filme O Retorno de Jedi de George Lucas (O Despertar da Força). Em 28/12/2016, sua mãe, Debbie Reynolds famosa por seu papel em Cantando na Chuva (1952) viria a falecer dizendo: “Estou indo encontrar a Carrie”. Roger Moore que brilhou como o agente britânico 007 deixaria saudades (23/05/2017). Adam West, o Batman da minissérie norte americana (1966-1968) faleceu em 09/06/2017. Jerry Lewis, famoso comediante norte americano, nos deixou em 20/08/2017, tendo feito uma participação especial em “Até que a Sorte nos Separe 2” em 2013.

6. Deixaram saudades- Brasil: Chico Xavier (30/06/2002), médium; Chico Anysio aos 80 anos (23/03/2012), o maior comediante brasileiro conhecido por personagens inesquecíveis como Justo Veríssimo, Professor Raimundo, Tim Tones, dentre outros; José Wiker ator conhecido por novelas como Roque Santeiro (1985), Giovani Improtta (2004, 2005, 2013) e o filme Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) nos deixou em 05/04/2014; Nelson Xavier, ator, faleceu em 10/05/2017

7. Os Primeiros: Dilma Rousseff foi a primeira mulher presidente do Brasil em 2010, sucedendo Luís Inácio Lula da Silva. Ela viria a sofrer impeachment em 2016. Barack Obama Hussein foi o primeiro presidente negro dos EUA, tendo sido eleito em 2009.

8. Não deixaram saudades:

a) O ditador Fidel Castro de Cuba permaneceu no poder até 2008, entregando o seu cargo ao seu irmão Raúl. Faleceu em 25/11/2016 aos 90 anos;
b) O ditador Hugo Chávez da Venezuela ficou conhecido por seus ataques verbais diretos aos EUA. Apoiou abertamente o Irã e a Rússia. Durante a XVII Conferência Ibero-Americana no Chile, o então monarca da Espanha Juan Carlos II, bradou irritado com Chávez: “Por que não se cala?”- frase que virou meme na Internet. Sonhava em unir Cuba e Venezuela em um União Continental. Faleceu em 05/03/2013, aos 58 anos;
c) O fanático Osama Bin Laden, responsável direto pelos ataques às Torres Gêmeas em 2001. Foi preso e morto por soldados norte-americanos no Paquistão em 02/05/2011;
d) O ditador Saddam Hussein do Iraque, responsável pela invasão do Kuwait em 1991, foi preso por soldados norte-americanos e condenado à morte. Foi enforcado em 30/12/2006;

9. Destaques de Bilheteria: Foi a maturidade do retorno dos blockbusters da década de 80:

a) Sylvester Stallone reviveu o personagem Rocky Balboa em mais dois filmes (Rocky Balboa em 2006 e Creed, em 2015). Há a promessa pela volta de Creed em 2018, com Doulph Lundgren revivendo o russo Ivan Drago que matou Apolo em Rocky IV.
b) Robert Downey Jr conseguiu ressuscitar o antipático Homem de Ferro dando o carisma que faltava ao personagem em 2008, feito também igual Chris Evans que deu carisma ao personagem Capitão América, em 2011.
c) A Mulher Maravilha também ganhou uma intérprete à sua altura: Gal Gadot sucedeu a Linda Carter com brilhantismo nas telonas, em 2017.
d) Infelizmente o Super Homem nunca teve um Christopher Reeve a sua altura: Brandon Routh foi um fracasso em 2006 e Henry Cavill ainda tenta dar pele ao personagem, iniciando os seus trabalhos em 2013.
e) Batman teve um intérprete digno com Christian Bale (2005-2012) e Ben Affleck assumiu a empreitada (2016).
f) O próprio Christian Bale assumiria outro papel importante: o de John Connor em O Exterminador do Futuro em 2009.
g) O Exterminador do Futuro foi outro blockbuster: Arnold Schwarzenegger voltaria ao papel do androide em 2003 e 2015. Há promessas para o seu retorno em 2019.
h) O Homem Aranha foi a tela várias vezes com Tobey Maguire (2002-2007), Andrew Garfield (2012-2014) e agora com Tom Holland desde 2016.
i) Jornada nas Estrelas voltou a pintar nas telas com Leonard Nimoy revivendo o Sr. Spock em 2009 e 2013. Em 2016, ele receberia uma homenagem póstuma em Star Trek: Sem Fronteiras.
j) O mundo acompanhou a transformação de Anakin Skywalker em Darth Vader (A Vingança dos Sith, em 2005) e veria uma prévia de Vader no excelente filme Rogue One: Uma História Star Wars, em 2016 e a sua máscara em o Despertar da Força em 2015. Alegria também rever Han Solo, Leia Organa, Luke Slywalker e Yoda nas telonas em 2015 e 2017.
k) Por sinal, George Lucas, trouxe de volta à sétima arte Christopher Lee que ocupou o posto de Conde Douku em O Ataque dos Clones (2002) e A Vingança dos Sith, em 2005. O ator famoso por seu papel em Drácula faleceu em 2015.
l) Falando em Harrisson Ford ele reviveu também outros personagens lendários como Indiana Jones em 2008 e Rick Deckard, o caçador de androides, em 2017. Há a promessa de um novo Indiana Jones em 2020. Não se sabe se com Ford no Papel.
m) O espião britânico ganharia novo intérprete: após a saída de Pierce Brosnam (2002), coube a Daniel Craig reviver o agente 007 a partir de 2006 cargo que ocupa até hoje. Em 2012, Skyfall ganharia 2 Oscars: Trilha Sonora e Conjunto da Obra. Está prometido para 2019: Bond 25.
n) No campo do terror, Freddy Krueger voltou em 2010. E os Aliens em 2007, 2012 e 2017.
o) Jaden Smith refilmaria o filme homônimo Karatê Kid em 2010, com trama semelhante, mas roteiro diferente. Jackie Chan faria o papel que foi de Pat Morita.

10. Políticos da Maturidade:

a) Barack Obama Hussein- 2009- 1º Presidente Negro (eleito e reeleito) dos EUA se destacou por criar um programa de saúde aos mais pobres;
b) Dalai Lama – Tenzin Gyatso ocupa o posto desde 1950, sendo muito respeitado por suas manifestações pela paz;
c) Rei Filipe VI- assumiu a coroa espanhola em 19/06/2014, após a renúncia de seu pai, Juan Carlos I (22/11/1975 a 29/06/2014)
d) Rainha Elizabeth II – a monarca com mais tempo no reinado da Grã-Bretanha, é um ícone ainda hoje respeitada em todo mundo.
e) Romário de Souza Faria- deixou os gramados em 2008, tendo chegado a marca de 1000 gols em 20/05/2007, contra o Sport. Ingressou com sucesso na política, tendo sido eleito Deputado Federal em 2010 e Senador em 2014.

11. Atletas da Maturidade:

a) Felipe Massa- depois de Ayrton Senna foi o melhor e mais longevo brasileiro na Fórmula 1. Quase foi campeão mundial em Interlagos, em 2008, fazendo uma excelente temporada sendo superado na bandeirada final por Lewis Hamilton.
b) Lewis Hamilton – o maior campeão da Fórmula 1 nesta maturidade. Fã incondicional de Ayrton Senna, o inglês foi tetra campeão mundial (2008, 2014, 2015 e 2017);
c) Lionel Messi- responsável direto para a Classificação da Argentina para a Copa do Mundo de 2018, o portenho também levou a seleção para a final da Copa de 2014, perdendo o caneco para a Alemanha, no Maracanã.
d) Micheal Schumacher- o maior campeão na história da Fórmula 1. Ganhou cinco títulos na maturidade, totalizando sete em toda a sua carreira (1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004).
e) Neymar da Silva Santos Jr– poderia ter ido para a Copa de 2010 mas, o ex-técnico Dunga não quis levá-lo. Em compensação ganhou a Copa das Confederações em 2013 (sobre a Espanha no Maracanã), disputou a Copa do Mundo no Brasil em 2014 (se contundiu nas quartas de final) e ganhou o ouro nas Olímpiadas em 2016 (sobre a Alemanha no Maracanã);

12. Santos(as) da Maturidade:

a) Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, Frei Galvão, foi o primeiro santo brasileiro, tendo sido canonizado pelo Papa Bento XVI em 11/05/2007;
b) São João Paulo II – um dos papas com grande pontificado (26 anos) conhecido como Papa da Paz, foi canonizado pelo Papa Francisco em 27/04/2014;
c) Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, a primeira santa brasileira, embora de origem italiana, dedicou-se com afinco aos mais pobres, em especial às crianças órfãs. Foi canonizada pelo Papa João Paulo II em 19/05/2002;
d) Santa Teresa de Calcutá – proclamada santa pelo Papa Francisco em 04/09/2016, por sua vida voltada à caridade aos mais pobres na Índia.

13. Atores/Atrizes da Maturidade:

a) Rodrigo Santoro- das novelas brasileiras direto para as telas de Hollywood, tendo interpretado Jesus Cristo no remake de Ben Hur em 2016.
b) Isabelle Drummond- começou cedo na telinha, como a boneca de pano Emília (personagem de Monteiro Lobato) em 2001. Mas, foi em 2012, que brilhou nas novelas com o papel de Cida (empregada doméstica que virou cantora) na novela “Cheias de Charme” da Rede Globo;

14. Cantores (as) da Maturidade:

a) Anitta- doa a quem doer, Larissa de Macedo Machado se destacou na maturidade tendo chegado a cantar na Abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, no Maracanã. Ademais, brilhou no Réveillon de Copacabana ao cantar no palco principal (31/12/2017).
b) Bono Vox- o cantor da banda irlandesa U2 é mais que um intérprete, mas, é também um ativista mundial, em especial pelo perdão da dívida externa aos países mais pobres. Não à toa foi eleito pela Revista Time como uma das 100 Pessoas mais Influentes do Mundo em 2004 e em 2006.

15. Novelas da Maturidade:

a) Avenida Brasil- a novela fez literalmente com que o trânsito na avenida homônima no Rio de Janeiro ficasse livre em 19/10/2012.
b) Os Dez Mandamentos- o sucesso retumbante da novela estrelada pela Record fez com que a mesma chegasse aos cinemas brasileiros (2016).

Que fique claro: não posso (nem tive a pretensão) de esgotar o tema (que é vasto) em tão poucas linhas, mas, fica aqui a reflexão. Espero ter propiciado uma preciosa viagem para estes 18 anos de século XXI!

Se o século virou adulto, o que esperar dele nesta nova fase (adulta) que se avizinha?

Esperemos que seja um século com mais paz, amor e nada de guerras nem fome!

Um abraço,

Reinaldo Gallo



sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Vale cada centavo! Os Últimos Jedi (The Last Jedi)


Prezados Amigos Leitores,

Épico! Episódio digno da franquia de George Lucas. O recém-lançado “Star Wars- Os Últimos Jedi” é garantia de diversão, choros, risos e muita emoção! Ele agrada porque contém em si de tudo um pouco!

Para quem gosta de um roteiro bem escrito, com princípio, meio e fim, vai achar. Aquele que deseja muitos sabres de luz, vai se amarrar. Já o que procura lutas espaciais, terá diversão certa.

Se o título anterior “Despertar da Força” agradou e levou muitos aos prantos, não tenham dúvidas, as lágrimas estão mais que garantidas nesse longa. O filme anterior mostrou uma Daisy Ridley (Rey) segura, um vilão oscilante Kylo Ren (Adam Driver) e um personagem que sempre morará no coração de todos Han Solo (Harrisson Ford).

Desta vez é Mark Hammil (Luke Skywalker) e Carrie Fisher (Leia Organa) quem são os generosos e permitem que Daisy Ridley, Oscar Isaac (Poe Dameron) e Adam Driver roubem a cena com elegância. Será que mesmo inconscientemente Carrie previa que não estaria entre nós para se destacar no episódio IX da franquia?

Para nos situarmos: A trama gira imediatamente após a chegada de Rey à ilha que Luke está. Com relutância, Luke, a aceita e a ensina alguns passos para que se aprimore na arte dos Jedi. Por sua vez, Léia tem que lidar com uma aliança rebelde indo ao fracasso com um número de perdas cada vez mais crescente.

Ademais, Kylo Ren não desistirá de Rey e deseja a encontrar a todo custo para levá-la ao Supremo Líder Snoke. Mal esperava ele que será Rey quem irá ao seu encontro, tal qual Luke à Vader, em “O Retorno de Jedi”.

Acreditem: a película vale cada centavo pago pelo ingresso. “Os Últimos Jedi” vai querer fazer com que se tenha o Blue-Ray ou mesmo o DVD quando lançados.

Recomendações: Preparem-se –mais uma vez- para revoltar-se contra J.J Abrahms e equipe e amar mais uma vez a sensação de estar diante de mais um bem sucedido Star Wars. Dirijam-se aos cinemas desprovidos de expectativas e deixem-se levar pela trama (sem ceder ao lado sombrio da força, lógico).

Que a força e os lenços estejam com vocês (mais uma vez)!

Um abraço,

Reinaldo Gallo


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Recomendo: Rogue One!



Querido(a) Leitor(a),

Antes de mais nada: Boas Festas. Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! Aqui estamos nós, 1 ano depois da nossa última postagem, para falar- claro- de Star Wars!

Gostaria de, nestas breves linhas, recomendar –enfaticamente- que você vá ao cinema e não deixe de assistir Rogue One: uma História Star Wars.

O filme é sensacional e pode ser assistido tanto por quem não viu a lendária serie de George Lucas como por quem a conhece bem.

A história se passa entre “A Vingança dos Sith” e “Uma Nova Esperança”, ou seja, entre os episódios III e IV mas, poderia se chamar 3,5 ou 3,99 pois o capítulo IV está literalmente logo ali. Seria como se você já fosse virar a página e se deparar com o início da nova história.

Recomendação: se você quiser, assista o IV antes de ir ao cinema. O roteiro está tão bem amarrado que o espectador se depara (de repente) com participações super especiais de C3PO, R2D2 e claro, Darth Vader. E mais: graças a tecnologia o memorável Peter Cushing (falecido em 2004) volta ao papel do Senador Tarkin, matando as saudades de muitos fãs da saga de 1977.

Situando você na história: Jyn Erso (Felicity Jones) é filha do engenheiro que planejou a Estrela da Morte. Ela junto com o líder da rebelião Cassian Andor (Diego Luna) reúne um grupo e vai em busca dos planos para destruir a temível arma do Império. Sensação de deja vú? É essa mesmo! Você já viu sim esse filme antes pois no episódio IV, é graças a ousadia desses guerreiros que, Luke Skywalker e Han Solo vão conseguir destruir a Estrela da Morte.

Enfim, o filme é excelente. Felicity Jones dá um show no seu papel e o roteiro é bem generoso com todos os personagens que conseguem dar conta do recado! Destaque para Diego Luna, Donnie Yen e Ben Mendelsohn.

Não deixe essa oportunidade preciosa e vá ao cinema ter boas surpresas!

Um abraço,

Reinaldo Gallo

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Que a força (e o lenço) esteja com você!!!


Querido Leitor,

A pergunta central é: “-Vale a pena ir assistir ao Star Wars 7- O Despertar da Força?”- A resposta é SIM!!! Vá (vestido de cavalheiro Jedi, se quiser) e prepare-se para fortes emoções.

Emoções do início ao fim, quando já nos créditos iniciais, você lê os nomes de Luke e Leia. Sim, você aos poucos vai se dando conta que se trata de Star Wars. O tempo passou mas, as emoções que você sentia ao longo da década de 80, refloram à pele.

E os personagens centrais estão todos lá! Cada um vai aparecendo gradativamente, trocando cenas com os novos e atuando na grande atmosfera espacial.

Mas, aviso: A garganta vai ficar seca, você vai gritar e até chorar (se conseguir absorver toda a esfera do filme e, claro, for despido de preconceitos).

Destaques do filme: Harrison Ford!!! Podem dizer o que quiser: que envelheceu, que passou do tempo mas ninguém encarna tão bem Han Solo como Ford! E como é generoso com os mais novos! Em poucas cenas, simplesmente Rae (Daisy Ridley) e Solo parecem se conhecer há anos, me arrisco até dizer que dá a sensação que são amigos há muito tempo!

Aliás, que excelente atriz, a jovem Daisy Ridley! Ela nasceu em 1992, ou seja, anos depois de Retorno de Jedi mas, parece que sempre esteve ambientada à série! Esqueçam as belas roupas de Natalie Portman e o ar de princesa de Carrie Fisher. Rae é a promessa de uma jovem Padwan que certamente ocupará um lugar fundamental nos próximos filmes!

Também destaque para Adam Driver, como Kylo Ren. Acredite, até o final do filme, você conseguirá odiá-lo mais que à Darth Vader e, ele, colocará Darth Maul no chinelo. As suas cenas são sensacionais e quando você é capaz de odiar um vilão é sinal que ele fez muito bem o seu papel.

Enfim, o mais interessante deste novo capítulo é que J.J Abrams conseguiu o que parecia impossível: reinventar a trama. Todos saem do cinema ansiosos por saber quando será a sequência, a princípio prevista para 2018!

Um alerta: J.J Abrams vai surpreender você! Para o bem ou para o mal. Da mesma forma com que ele conseguiu reinventar Star Trek, com ousadia e coragem, o diretor e roteirista, fez o mesmo com esse filme!

Último conselho: leve um lenço. Se você ama- de verdade- “Star Wars”, você irá chorar! Seja revendo os lendários personagens e os seus reencontros seja imaginando os seus desfechos!

Que a força (e o lenço) esteja com você!!!

Um abraço,

Reinaldo Gallo

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

E Se?





Querido Leitor,

Em uma postagem, em 2012, especulei pelo sonho de um episódio 7 na trama. O sonho virou realidade e hoje, em 2015, prestes a entrar em 2016, "O Despertar da Força" é um fato.

E traz de volta Harrison Ford, Carrie Fisher, ou seja, os melhores da década de 1980.
Ainda vou assistir o filme e escrever a respeito. Prometo! Dedos Cruzados e tudo!

Mas, todo esse sucesso me permitiram a querer especular: E se?!

Todos nós já fizemos essa pergunta nas nossas vidas: E Se? E Se eu tivesse ganho na Mega Sena? E se eu tivesse seguido outra carreira? E se?

Como muitos, sou fã de “carteirinha” da série “Star Wars” (Guerra nas Estrelas). Quando o episódio IV, “Uma Nova Esperança”, estreou nos cinemas eu tinha apenas 1 ano de idade. Quis George Lucas, relançá-lo anos mais tarde –novamente- nos cinemas e, claro, graças a essa façanha pude conferi-lo.

Mas, felizmente, os outros filmes eu pude acompanhar na grande tela e serei um dos milhões em todo mundo que irá assistir ao nº VII, “O Despertar da Força”.

Contudo, uma grande pergunta reside a minha mente: “E se?” E se, a série de 1977, tivesse seguido a ordem cronológica e o: “Ameaça Fantasma” tivesse sido lançada em 1977 e o “Retorno de Jedi só em 2005”. Quem seriam os atores?

Quem seria Han Solo? Ou Leia? Por pura diversão resolvi arriscar, aproveitando os atores de cada saga. Para acalmar os mais ansiosos já aviso que Chewbacca, C3PO, R2D2, o Imperador, Yoda, seriam os mesmos atores da trama original pois eles estão nos 6, 7 filmes.

Mas e o resto? Vamos especular?

1977- A Ameaça Fantasma:

Anakin Skywalker- Jason Statham (até então teria 10 anos de idade). Novo na serie!
Conselheiro Vallorum- Peter Cushing (Senador Tarkey no original)
Jar Jar Binks- Anthony Daniels (poderia acumular o C3PO com o Binks)
Mace Widu- Billy Dee Williams (Lando em 1980)
Obi-Wan Kenobi – Mark Hammil (Luke Skywalker)
Padmé- Carrie Fisher (Princesa Leia)
Qui-Gonn Jin- David Prowse (o Darth Vader)
Shmi Skywalker- Susan Sarandon, Meryl Streep. Novas na serie (uma das duas)!

1980- O Ataque dos Clones:

Anakin Skywalker- Harrison Ford
Count Dooku- Alec Guiness
Jango Fett- Jeremy Bulloch (o Bobba Fett, do Retorno de Jedi)
Senador Bail Organa- Roger Moore




Pensem que espetáculo seria Harrison Ford vivendo Anakin Skywalker e o romance que conquistou a década de 80 vivido entre Ford e Fisher mas, dessa vez, sendo os pais de Luke e Leia! Bem melhor que Hayden Christenssen e Natalie Portman! Críticas eternas a Hayden Christenssen! :(

Susan Sarandon estava vivendo Catherine Alexander Douglas em “O Outro Lado da Meia Noite” em 1977 e Meryl Streep era Anne Marie em “Júlia”. Dois anos depois, em 1979, ganharia o Oscar por “Kramer vs Kramer”. Já pensou que aula de atuação teríamos por qualquer uma das duas?!

Em 1980, Roger Moore vivia James Bond. Tinha feito em 1979, o “Foguete da Morte” e em 1980, "Amantes Sensuais". Poderia, viver o Senador Bail Organa em 1980 e 1983.


1999- Uma Nova Esperança

Luke Skywalker- Ewan McGregor (Leonardo DiCaprio)
Han Solo- Liam Neeson (Daniel Craig)
Darth Vader- James Earl Jones (voz) e Hayden Christenssen (corpo)
Princesa Leia Organa- Natalie Portman
Obi-Wan Kenobi – Christopher Lee
Senador Tarkey- Jimmy Smits
Wedge - Ahmed Best

2002- O Império Contra-Ataca:

Lando Calrissian- Samuel L. Jackson


O fato é que a atuação de McGregor como Obi-Wan foi um acerto! Ele poderia viver tranquilamente Luke ou Han Solo. Claro que Di Caprio como Luke também seria um grande trunfo. Basta lembrar que em 1997, ele já tinha estourado com Titanic e em 1998, estava bem no Homem da Máscara de Ferro (lutando espada inclusive). Contudo, já estaria bem caro para o papel.

Jimmy Smits estava na série "The West Wing" e também atuou em "Nova Iorque contra o Crime". Daniel Craig ainda não havia estourado como James Bond e está na saga “Star Wars” em 2015, fazendo um papel coadjuvante.

Liam Neeson convenceu como Qui-Gonn Jinn e seria uma pena perdê-lo. Ele tem se mostrado eficaz em filmes de ação como “Batman Begins” e “Busca Implacável”. Em 2002, tinha 49 anos, sendo bem mais velho que Natalie Portman, então com 21 anos. Daniel Craig por sua vez teria 31 anos.

Idade, contudo, para se viver Solo e Leia, não foi grande problema. Vale lembrar que Harrison Ford tinha 35 anos, em 1977 e Carrie Fisher, então apenas 21. Logo, um romance entre Craig e Portman seria possível ou mesmo, por que não, entre Neeson e Portman.

Quanto a Ahmed Best, o Jar Jar Binks. Ele foi notoriamente horrível e ganhou todos os prêmios framboesas possíveis e imagináveis. Se não fosse para ficar desempregado, o colocaria como um dos pilotos das X-Wings. Tipo o Wade. Ele teria inclusive chance nos outros 2 filmes da saga, fazendo papéis menores.

Como eu disse, trata-se de mera especulação! Devaneios que nos permitem reviver e sonhar com outros atores na trama, se George Lucas tivesse optado por seguir a ordem cronológica, do I ao VI.

Se Spilberg quiser emprestar o seu carro para Lucas e fazê-lo voltar a 1977, quem sabe, né?!

Bricadeiras à parte, rumo ao cinema para conferir "O Despertar da Força" e aguardar os outros 2 filmes prometidos na série!

Que a força esteja com você!!!

Abraços,

Reinaldo Gallo

sexta-feira, 11 de maio de 2012

A Volta de Zinho


Queridos Amigos,

Confesso que admiro o Zinho. Desde os tempos que ele jogava no Flamengo e foi Tetra Campeão pela Seleção Brasileira em 1994.

Foi graças a ele que o Flamengo chegou ao Penta em 1992. Ele, ao lado de Júnior, comandou o meio de campo rubro negro.

Porém, tenho medo! Não do Zinho mas, da direção do Flamengo. Temo que o Zinho seja tão "fritado" como o Zico foi.

Não que eu tenha gostado da gestão do "galinho". Mas, me preocupa a maneira como a Diretoria administra seus coordenados. Em menos de 2 anos, Andrade deixou de ser técnico do Fla (tendo conseguido a vaga na Libertadores de 2010), Luxemburgo foi demitido (mesmo classificando o time para a Libertadores de 2012), Zico foi expurgado e Joel Santana balança.

Enquanto isso, Ronaldinho Gaúcho (que deixou de figurar com justiça na lista Pré-Olímpica de Mano Menezes) tem regalias no Fla e Adriano é recebido como Rei.

Diz o ditado que cobrança de pênalti é tão importante que quem deveria bater seria o Presidente do Clube. Neste caso, substituo a citação para Diretoria de Futebol é tão importante que deveria ser gerido pela Presidência.

O que será do resto do ano do Flamengo? Terá Joel Santana condições de levar o Flamengo ao Hepta, ou pelo menos, à Libertadores de 2013?

Desejo toda a sorte do mundo ao Zinho. Espero, honestamente, que ele consiga realizar um ótimo trabalho! Patrícia Amorim sabe que tanto sua reeleição como vereadora como de Presidenta estão ameaçados. A questão é: conseguirá Zinho colocar o Flamengo de volta nos trilhos?!

Honestamente, espero que sim. Mas, o sucesso de Zinho está ligado diretamente a valiosa colaboração de Patrícia. Sem ela, Zinho corre o mesmo risco de Zico: o de ser fritado!

Um abraço,

Reinaldo Gallo

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Os velhos programas que agradam a audiência



Queridos Leitores,

Não é de hoje que assisto ao Viva, que em tempos de crise na TV Aberta, tem sido uma excelente opção na TV por assinatura! Ele estreou com Vale Tudo, emendou com Roque Santeiro e aposta agora em Que Rei Sou Eu?


No humor tem-se boas lembranças como A Escolinha do Professor Raimundo, Viva O Gordo e a TV Pirata.


E na música pode-se matar saudades do Som Brasil e agora, recentemente, do Globo de Ouro. E neste ponto discordo de Artur Xexéo que em sua coluna de hoje no O Globo citou o programa.


Na minha modesta opinião Globo de Ouro nunca deveria ter deixado a grade da Rede Globo. Ele contava com grandes nomes da música e agradava todas as classes sociais. Hoje só no Criança Esperança e em alguns poucos quadros nos programas globais é que se assiste a música na TV.


Música na TV não é algo impossível mas, necessário! Se bem é verdade que no Globo de Ouro existia cantores bregas também havia grandes interpretes também. O que dizer do excelente Cassino do Chacrinha?

E por que será que Raul Gil tem uma audiência constante com os seus calouros?


Para quem tem tv por assinatura, recomendo que mate as saudades no VIVA. O Globo de Ouro trará as nossas memórias alguns bons hits dos anos 70 e 80, que se ligarmos nossos rádios em qualquer estação comercial, veremos que eles continuam fazendo sucesso!


Desculpe, Xexéo, mas, O Globo de Ouro é uma boa opção em contraste a uma tv aberta cada vez mais fútil e agressiva ao telespectador!


Um abraço,


Reinaldo Gallo